Quem sou eu

Minha foto
Belford Roxo, Rio de Janeiro, Brazil
Gosto de conversar sobre vários assuntos, mas tenho minhas opiniões, sempre respeitando a dos outros. Criei esse blog para falarmos de assuntos do nosso dia a dia, coisas que vemos nas ruas, jornais, internet e ouvimos por ai. Seja bem vindo, comente, deixe sua opinião, mas com muito respeito. Um abraço. Aviso: Esse blog não tem nenhum vínculo político, não fui, não sou e jamais serei candidato a qualquer cargo.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Se eu der uma palmada em minha filha eu serei preso, mas...

O governo federal criou uma lei que proíbe os pais de darem uma palmada em seus filhos, tudo bem, eu até entendo que isso é para evitar agressões, mas porque não proíbem também que os pais fiquem com seus filhos durante a madrugada nos bares? Trabalho na madrugada em São João de Meriti, município da baixada fluminense, e vejo todos os dias crianças em bares e barracas, na última quinta feira às 01:50 hs vi na praça da prefeitura uma criança de aproximadamente 12 anos dançando funk dentro de um bar acompanhado de duas mulheres ( nada contra o funk, esse é outro assunto que gostaria de tratar depois). São esses mesmos pais que aparecerão em um futuro não muito distante nos jornais chorando  por seus filhos, mortos por traficantes, em brigas, assaltos, acidentes de carro ou presos. Onde está a Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA), e o Conselho Tutelar, que na minha opinião deveria funcionar na madrugada. Dizem que os jovens são o futuro do nosso país, então ai vai uma pergunta, o que estamos ensinando ao nosso futuro?

Um comentário:

michele mouzinho disse...

Eu acho essa Lei, um exagero, pois apesar de não bater nos meus filhos, levei algumas palmadas dos meus pais, " para ter limites", e hoje sou agradecida!
Há muitas outras maneiras de agressão,na minha opinião,e podem ser muito piores,como a exposição de crianças em eventos para adultos, como vc colocou, onde estão expostas ao álcool e muitas vzs até as drogas! É por isso q os jovens estão como estão, e futuramente, as crianças de hj serão jovens sem limites, ainda piores do q os de hj!

Arquivo do blog